Como o nosso consumo interfere nas mudanças climáticas

Como o nosso consumo interfere nas mudanças climáticas

22/03/2021by Sirene

A gente tá ligado faz um tempo, que as mudanças climáticas são um dos maiores desafios que o mundo todo enfrenta, correndo atrás de soluções pra diminuir os impactos que elas causam. 

Um estudo publicado pela Universidade de Lund, na Suécia, listou 148 ações individuais que podemos fazer pra diminuir o impacto das mudanças climáticas. A que traz um maior resultado é: parar de usar carro e optar por outras formas de dar um rolê por aí, usando o transporte público, a bicicleta ou até mesmo seguir a pé. 

Outra forma essencial de contribuir é revendo o seu cardápio. Que tal diminuir o consumo de carne bovina

Se a pecuária fosse um país, seria o terceiro maior emissor mundial de gases de efeito estufa, depois da China e dos EUA. Isso acontece, porque quando a florestas são derrubadas para dar lugar ao gado, grandes quantidades de carbono são liberadas na atmosfera. 

Mas, se você tem dificuldade em parar de comer carne vermelha, que tal substitui-la, aos poucos, por carne branca, como a do peixe? No geral, a pesca tem um impacto ambiental menor, causado mais pela queima de combustíveis dos barcos. Mas, sem dúvidas, optar por comer peixes e frutos do mar ajuda a reduzir as mudanças climáticas — quando comparado ao consumo de carne vermelha. Fazendo assim, você pode reduzir a pegada de carbono da sua dieta em mais de 40%. (fonte www.bbc.com/portuguese/vert-fut-46357597) 

 

E o veganismo?  

 

Se você tem vontade de encarar essa dieta, o veganismo é a que realmente possui a menor pegada de carbono. 

o Sirène tá ligado nisso com um cardápio veg da hora, com opções de fakie fish tanto pro sanduba, como pra porção com as nossas chips!  

Produtos locais 

Optar por produtos da sua região também ajuda, eles chegam mais rápido e frescos aos pontos de venda. E por andar menos de caminhão, são mais baratos e geram menos emissão de gases. Aqui no Sirène, também trabalhamos com fornecedores locais, além do apoio ao produtor, isso faz a economia regional girar e reduz custos de mercadoria e logística.  

 

Crise hídrica 

 

Três das nossas sete lojas ficam em Curitiba, e a capital paranaense enfrenta a maior crise hídrica da sua história. A estiagem de água é resultado das secas meteorológicas que estamos passando, mas está bastante associada a como é feito o planejamento e a gestão dos recursos hídricos também. 

Vale lembrar que a água está presente na composição do nosso chope, no gelo do nosso drink e interfere diretamente nas plantações de batata que servimos em nossas porções. Afinal, falta d’água = alterações no crescimento e desenvolvimento normal da planta.  

A preocupação com as mudanças climáticas no planeta e a preservação da água são assuntos pra gente pensar com seriedade. 

 

Por que as mudanças climáticas acontecem e qual o nosso papel nisso tudo 

 

Bom, é claro que os problemas ambientais foram potencializados ao longo dos anos pelos danos causados em grande escala por grandes indústrias: como a queima de combustíveis fósseis pra gerar energia, para as atividades industriais e uso de transportes, além do desmatamento para pecuária e descarte errado dos resíduos químicos e sólidos.  

No Sirène, fazemos o nosso possível pra colaborar, entendendo que pequenas atitudes movem mais o mundo do que nenhuma! Ainda temos muito o que fazer, mas já excluímos o uso de canudos; todas as nossas embalagens são de papel; utilizamos canecas de vidro ou copos biodegradáveis e, quando possível, evitamos o uso de copos de plástico, mas sempre pedimos pra galera reutilizar o copo quando vai dar aquela repô no chope!  

Mais do que nunca, nossa meta é sempre rever o estilo de vida que levamos, para o bem maior do lugar que habitamos e dividimos com outros seres 💚 . E se pudermos deixar um conselho, que seja este: vamos fazer o bem, sem olhar a quem!  



DÁ UM TOQUE PRA GENTE!


JOIN US


CONHEÇA NOSSAS LOJASSEJA UM FRANQUEADO



comercial@sirene.com.br



..